Transferência de funcionário

Trabalhar no exterior é o sonho de muitas pessoas, porém, existem alguns cuidados que as empresas devem levar em consideração quando se trata da transferência de funcionário para outros países.

A mudança é um processo que também deve ser levado em conta pela organização, já que demandará do funcionário não apenas a habilidade técnica para a continuidade no desenvolvimento de suas funções, mas também desenvoltura para lidar com diferenças dentro e fora do seu trabalho, e será sobre isso que trataremos nesse artigo.

Transferência de funcionário: adequação à nova cultura, clima e idioma

Quando pensamos em morar em outro país um dos principais entraves é o idioma.

Sim, ele é importante, pois intermediará os processos que resultarão no suprimento de necessidades, mas o que muitas pessoas não levam em consideração é que existem outros fatores que poderão ser decisivos para a adaptação quando ocorre uma transferência de funcionário: o clima e a cultura.

Leia também O que é expatriado?

Programe-se para o clima do local

Para quem está acostumado a climas tropicais, trabalhar em locais em que é comum ter temperaturas abaixo de zero pode ser impraticável, e mesmo que os espaços internos sejam regulados para essa atmosfera, poderá obrigar o profissional a viver confinado e comprometer sua motivação e desempenho profissional.

O contrário disso também é passível de acontecer. Pessoas que estão habituadas com locais de estações rigorosas, dias longos de verão e temperaturas muito baixas podem não se acostumar com climas tropicais ou áridos.

Estude sobre a cultura local

Soma-se a isso aspectos culturais que podem causar estranheza, e não é raro ouvirmos falar neles, nas mídias sociais.

Exemplo comum, para estrangeiros que vêm residir no Brasil, é o nosso gosto excessivo por banhos, tratar as pessoas pelo primeiro nome, hábito do brasileiro sempre estar atrasado nos seus compromissos, despedidas com “abraços” e “beijos”, mesmo com pessoas com as quais acabamos de conhecer e a burocracia dos nossos órgãos ao lidar com questões corriqueiras.

Tratando-se de brasileiros que vão trabalhar no exterior podemos citar que russos e europeus geralmente costumam ser mais reservados, países do oriente médio têm grandes restrições à vestimenta e comportamento das mulheres em locais públicos, alguns locais são xenófobos e hostis com estrangeiros.

Leia também Mudança internacional: Como fazer?

Solicite um orçamento!

Transferência de funcionários e preparação para realização da mudança

Antes de se estabelecer em qualquer local também é importante buscar conhecer sobre o funcionamento do sistema de saúde, transporte e educação do local e como ele poderá atender às exigências do funcionário transferido.

Saber como será o custo de vida, e se ele será compatível com os rendimentos que o colaborador irá aferir; quais são as vacinas necessárias; e informá-lo sobre os contatos e endereços dos consulados e embaixadas. A empresa pode atuar com uma facilitadora dessas informações.

Possibilitar que o funcionário conheça com antecedência o local e as redondezas onde ficará estabelecido ajuda a acelerar o processo de adaptação e se preparar para a mudança.

Inclui-se que é importante perceber que em uma transferência de funcionário geralmente não é apenas o colaborador que será deslocado, mas toda sua família, e esse aspecto deve ser levado em consideração para que se tenha sucesso.

Embora muitos prefiram se desfazer da maioria de seus pertences e adquirir novos no local de destino, contratar empresas confiáveis de mudança ajuda a minimizar transtornos, acelera o processo de ambientação e gera economia.

A transferência de funcionário para trabalhar no exterior pode ser vantajosa em vários sentidos, desde atendimento a uma demanda até a assimilação de novas tecnologias e metodologias de trabalho que poderão ser incorporadas à unidade em que trabalha ao regressar, porém, para que se tenha sucesso, deve-se não levar apenas em consideração aspectos relacionados à atividade que ele desempenha, mas também fatores externos e subjetivos, e, para tanto, traçar um perfil profissional que também levem esses fatores em consideração ajuda bastante.

Foque no que é importante e deixe o translado de objetos por nossa conta. Entre agora em contato conosco e peça seu orçamento!

Entre em contato conosco!