mudança interestadual

Muitas empresas ultrapassam fronteiras e os seus clientes estão em diferentes localidades, porém, ficar mais perto deles pode facilitar os negócios. A mudança interestadual pode ser uma alternativa para resolver essa questão.

Levar toda a base operacional para outro estado, para proporcionar a mudança interestadual, exigirá repensar a forma de trabalho, colaboradores que serão transferidos ou contratados e como mover a estrutura física para um novo espaço.

É mais fácil quando se conta com uma transportadora especializada no assunto, dessa forma poderá focar em questões administrativas e operacionais. Entenda como será mais simples dessa maneira.

 

Converse com os colaboradores sobre a mudança

Alguns funcionários podem ser transferidos junto com a empresa, mas antes disso ocorrer deverão preparar os itens utilizados no trabalho.

Peça para que eles organizem os seus pertences colocando em caixas ou etiquetando para que na mudança interestadual os objetos não se misturem e fiquem difíceis de localizar quando chegar ao destino. Quando cada um fizer sua parte, essa transferência pode ficar mais simples.

 

Escolha uma transportadora para fazer a mudança interestadual

Contratar um caminhão por conta própria, buscar mão de obra para fazer a mudança interestadual, verificar a legislação e outros pode ser trabalhoso e consumir tempo.

Com uma transportadora especializada, esses processos são facilitados, pois, ela conta com estrutura e profissionais capacitados para fazer a mudança e cuidará de tudo. Além disso, já está acostumada com essa rotina, pode poupar seu tempo e garantir que a transferência ocorra dentro do prazo previsto.

 

Contrate um seguro antes da mudança interestadual

Os bens da empresa serão movidos e precisam estar bem protegidos, afinal, são eles que garantem a continuidade do negócio.

Uma transportadora especializada em mudança interestadual séria só presta seus serviços oferecendo a seus clientes um seguro, dessa forma existe um respaldo se algum imprevisto acontecer e não ocorrem prejuízos.

Para isso é importante fazer o inventário dos bens e garantir que tudo esteja documentado. Entretanto, isso não significa que algo acontecerá, mas que a sua empresa é precavida e bem administrada.

 

Mudança interestadual: Tenha cuidado com a documentação

Fazer declaração de bens, emitir nota fiscal avulsa e verificar qual a documentação necessária e exigida por cada estado pode dar errado quando não se tem muito conhecimento no assunto e dificultar a mudança interestadual.

Toda a documentação pode ser providenciada pela transportadora e quando houver necessidade da sua empresa preparar algo, receberá a orientação correta do que fazer. Assim, não ocorrerão problemas na estrada e a mudança não será retida.

 

Embale bem os pertences

Outro ponto que exige atenção na mudança interestadual é a forma como os bens serão embalados, afinal, eles precisam chegar inteiros até o destino, caso contrário seria mais vantajoso comprar tudo novo.

A embalagem deve ser específica para cada objeto evitando que ele arranhe ou sofra qualquer dano. O mobiliário pode ser embalado com papelão ondulado, já os eletrônicos podem ficar envoltos em plástico bolha.

A transportadora profissional saberá como proteger cada objeto a ser levado para a nova sede da empresa e ao chegar no local, desembalará tudo para que fique pronto para uso.

É possível que sua empresa realize transferência dos bens por conta própria, porém as questões burocráticas e inventários podem atrasar ou até mesmo impedir esse processo. A melhor opção é sempre contar com uma transportadora especializada, que oferece garantias na mudança interestadual.

Leia também: COMO EMBALAR MINHA MUDANÇA E MANTER TUDO ORGANIZADO