guarda-móveis

Está construindo a nova residência, mas ela não ficou pronta e vai morar durante um período com algum parente ou sua empresa e possui muitos bens que não cabem no atual espaço? O guarda-móveis pode ser a solução.

Essas são situações que podem ocorrer com frequência e a preocupação é saber onde deixar os móveis e outros pertences. O guarda-móveis permite que seja feito o armazenamento por um período e assim os itens fiquem protegidos.

 

O que é o guarda-móveis?

O guarda-móveis é um local oferecido por uma empresa que permite a locação mensal de um espaço para que os pertences fiquem armazenados. Esse espaço pode ser uma sala, container exclusivo de um cliente ou compartilhado.

No Brasil, esse serviço é oferecido desde a década de 1960 e até hoje continua sendo necessário.

 

Como funciona o guarda-móveis?

O espaço recebe o nome de guarda-móveis porque seu intuito inicial era esse, guardar os pertences que as pessoas não tinham onde deixar. Atualmente, esse tipo de locação já permite que outros objetos fiquem sob responsabilidade da empresa.

O mais comum é que esse serviço inclua embalar e fazer o inventário dos bens, transportar e fazer a armazenagem. A empresa contratada fará todo o processo garantindo que tudo fique bem condicionado e em um local seguro.

A pessoa que contrata o guarda-móveis paga pela locação do espaço, o valor varia de acordo com a quantidade de bens e dimensões do local. A cobrança costuma ser mensal e o período pode ser definido entre as partes.

Após entregar os pertences, a segurança e controle dos móveis são responsabilidades da empresa prestadora do serviço. Para garantir isso adota cuidados que garantem a proteção e integridade dos pertences.

 

Guarda-móveis x self storage

Existe um questionamento em relação ao serviço de guarda-móveis e self storage. Apesar disso, a forma como funciona o controle de armazenamento e pertences guardados ajudam na diferenciação.

No guarda-móveis é permitido guardar diferentes objetos, porém existem algumas restrições. O acesso não é autorizado, portanto o proprietário dos itens só poderá mexer nos pertences quando finalizar o contrato e fizer a retirada.

Já no self storage, a responsabilidade é de quem alugou o espaço. Existem locais de diferentes tamanhos e se paga conforme a escolha, sendo que a cobrança também costuma ser mensal.

É possível acessar quando quiser o container alugado, pois as pessoas possuem a chave. Nesse caso não precisa fazer um inventário completo ou declaração dos itens que armazenou. 

Leia também: Como organizar uma mudança?

O acesso é liberado 24 horas por dia, sempre que precisar você vai poder colocar ou retirar algum item. Apesar da flexibilidade que o self storage oferece, às vezes ele não é a melhor solução para quem precisa guardar uma mudança. Isso porque nem sempre se conta com o serviço de embalagem e a segurança é mais restrita.

O guarda-móveis conta com um serviço completo e para empresas e residências é a opção mais adequada quando se trata de mudanças e mobiliário. Quando precisar de um local para guardar os pertences da casa ou escritório já sabe por qual serviço procurar.